A jornada de transformação da contabilidade tradicional para a contabilidade que é um bom negócio

A tecnologia transforma o mundo a cada dia que passa. Por este motivo, os negócios também mudam. Entenda como a tecnologia pode ser sua aliada na transformação da contabilidade para um modelo mais ágil, automatizado e consultivo.

Um dos principais motivos para grande resistência contra a tecnologia é a suposta certeza de que nós - seres humanos - vamos perder lugar no mercado de trabalho para máquinas e para automação de processos e operações. Em tempos de IoT (Tecnologia das Coisas), Inteligência Artificial, BI (Business Intelligence), Big Data, Cloud e muitos outros conceitos e aplicações práticas de tecnologias emergentes para otimização de, basicamente, tudo no nosso dia a dia, o receio de que podemos perder nossos empregos se transforma em um mito muitas vezes infundado.

A gente tem que dar o braço a torcer de que, sim, é verdade que em diversos segmentos da indústria, por exemplo, homens foram “substituídos” por máquinas. No entanto, o que ninguém vê é que nós só fomos "substituídos" porque há uma maneira mais ágil, escalável e inteligente de realizar tais tarefas. Por esse motivo, mantivemos a palavra “substituído” entre aspas. Pense, para que colocar uma pessoa para construir do zero a porta de um carro, sendo que uma máquina pode fazer a mesma tarefa, em menos tempo.

Dessa forma, um funcionário da indústria automobilística que perdia 8 horas de trabalho para realizar essa maçante e repetitiva tarefa agora tem tempo para se capacitar e concentrar sua energia em tarefas, processos e operações mais estratégicas, como gerenciar essas máquinas e garantir que tudo está correndo de acordo com o esperado.

No universo da contabilidade, a pergunta seria: para que colocar um contador para dedicar horas de trabalho para realização de cálculos infindáveis, enquanto ele poderia utilizar essas horas para oferecer um serviço mais próximo e consultivo para seus clientes. Voltemos a esse pensamento mais tarde.

Em todos os âmbitos do mercado é possível identificar essa tendência. E historicamente também. Pense na Primeira, Segunda e Terceira Revolução Industrial. Estamos já passando pela quarta, que já tem até nome: Indústria 4.0, se pensarmos somente na indústria.

Para quem presta serviços, como você, contador, o cenário é o mesmo. Na contabilidade, quando se fala nessa transformação, nos deparamos com os termos Contabilidade Digital, Contabilidade Online ou mesmo Contabilidade Consultiva. Isso quer dizer que no seu universo essa transformação também chegou e é claro que muitas perguntas - e receios - vão surgir.

Pensando exatamente em esclarecer essas dúvidas e mitigar esses receios, Omie preparou esse conteúdo para você. Nele, vamos passear por alguns tópicos cruciais para te ajudar a entender o momento pelo qual você e muitos outros contadores estão passando. Vamos a eles?

São 10 passos da jornada de transformação da contabilidade tradicional para a contabilidade que é um bom negócio:

Nós já te adiantamos: por diversas vezes vamos falar em consultoria contábil ou contabilidade consultiva. Tome nota de que é justamente essa a contabilidade que é um bom negócio.

A contabilidade tradicional morreu?

Parafraseando Lavoisier, francês considerado pai da química moderna, “nada se cria, tudo se transforma”. Então, não, a contabilidade tradicional não morreu. Ela só está se transformando em algo ainda melhor. A tecnologia aplicada à contabilidade se comporta como agente de transformação do tradicional para o online, digital ou consultivo.

Em suma, a contabilidade tradicional se fez popular por dois motivos: (1) o atendimento presencial - seja nos escritórios de contabilidade, seja direto nas empresas - e (2) a pessoalidade e proximidade com o cliente, o que dá a sensação de segurança para o empreendedor que deixa a gestão fiscal e contábil da sua empresa sob responsabilidade de seu contador.

Irrefutavelmente, o atendimento aproximado é excelente, no entanto, pouco escalável. Além disso, pouco se usa da tecnologia. É claro que um software ou outro são utilizados, como o Excel e outros similares para manipulação de dados contábeis e fiscais, mas de maneira subutilizada.

Na contabilidade tradicional há um grande problema que não podemos deixar de mencionar: papel. Imagine por um momento que você está dentro de um escritório de contabilidade. Com certeza a imagem que toma forma é um espaço repleto de papel, burocracia e arquivos físicos. Tudo bem que tal burocracia e o acesso dificultado à informação somente refletem a realidade da gestão tradicional que o Governo, órgãos reguladores e bancos muitas vezes exigem das empresas. Esse modelo tem se mostrado cada vez mais ultrapassado e com uma série de limitações.

Como não ser engolido pelo mercado e criar novas oportunidades em contabilidade?

Como se manter competitivo na era da automação

Em resposta a essas limitações, a contabilidade online, digital ou consultiva começou a tomar forma quando contadores e empreendedores sentiram a necessidade de maior visibilidade de dados, organização, produtividade e agilidade de atendimento. Bem como o estreitamento da relação contador/dono de empresa.

Tudo bem! Digamos que você aderiu à tecnologia no seu escritório de contabilidade e adquiriu um software para gestão contábil e fiscal de seus clientes.

Apesar de ser um passo importantíssimo em direção à contabilidade consultiva, somente isso não é o suficiente para se manter competitivo na era da automação contábil. Um dos principais motivos pelos quais a concorrência predatória tem dificultado a vida de escritórios de contabilidade é justamente a experiência do cliente. Do inglês Customer Experience, a experiência que seu cliente tem em relação ao seu produto, serviço, atendimento e marca é crucial para manter uma percepção de mercado positiva - e, principalmente, dos seus clientes - quanto ao seu negócio.

É claro que adquirir um software para realizar a automação da gestão contábil e fiscal de seus clientes é ponto chave para atingir a excelência nesse quesito, mas, somente se essa automação trouxer um aumento de produtividade e capacitação para sua equipe, isto é, seus funcionários, o que, consequentemente, resulta em uma qualidade elevada para seu atendimento ao cliente.

Além disso, entender que cada cliente é único e tem suas necessidades e momentos de negócio específicos também pode ajudar seus serviços a se tornarem mais personalizados - um exemplo disso é o enquadramento no Simples Nacional, motivo de grande dúvida para donos de empresa. Essa personalização é resultado dos esforços que seu escritório de contabilidade tem para se moldar às necessidades específicas de cada cliente.

Outras duas dicas práticas para manter-se competitivo ante a concorrência são: (1) se capacitar, ou seja, buscar conhecimento sobre Customer Experience para você e sua equipe e (2) realizar recorrentes pesquisas de satisfação. Assim, seu escritório de contabilidade pode visualizar seus pontos fortes, os quais desejamos manter e melhorar ainda mais, e os pontos de atenção, isto é, processos que podem ser redesenhados, maior proximidade de atendimento e outros quesitos que seu cliente acredita que possam ser melhorados.

Por que os millennials têm escolhido a contabilidade como carreira?

Boa pergunta, não é mesmo? Mas antes, caso você não saiba o que são Millennials, Omie explica: também conhecidos como Geração Y ou Gen Y, são consideradas millennials as pessoas que nasceram entre 1979 e 1995. No entanto, é importante mencionar que há dois grandes grupos de millennials e que conhecer suas diferenças é crucial para entender seu comportamento no mercado de trabalho contábil.

Os  Old Millennials são aqueles que passaram a infância e a adolescência enquanto aconteciam os anos 90 e, portanto, cresceram sem acesso à internet, hoje têm entre 25 e 34 anos. Do outro lado, temos os Young Millennials, jovens de 18 a 24 anos que nasceram após a bolha da internet dos anos 90 e que estão a vida inteira familiarizados com tecnologia, celulares - mais tarde smartphones -, acesso facilitado à internet e informação.

Pensamos em mencionar este tópico neste conteúdo educativo para que você tenha sob seu radar o grande papel dessa geração na contabilidade. Com a transformação que mencionamos acima, da contabilidade tradicional para a contabilidade digital, cada vez mais millennials têm ingressado na carreira de contadores. Isso se dá porque os Old Millennials viveram uma acentuada crise, após a crise das hipotecas ou subprime americanas em 2008, enquanto os Young Millennials vivenciaram essa crise desde a adolescência. Isso explica o grande interesse dessa geração na contabilidade como forma de atuação profissional que pode mudar o jogo para pequenas e médias empresas em relação à crise, que, por muitos aspectos, perdura no Brasil até hoje.

No que tange ao novo modelo de contabilidade que se forma, a proximidade com a tecnologia e sede por acesso à informação 24 horas por dia (ponto de convergência entre os dois subgrupos dessa geração) são fatores que tornam os millennials mais ágeis para compreender essa mudança de mindset da contabilidade moderna e os capacita, quase que de forma instintiva, a utilizarem a tecnologia a seu favor, automatizando processos e tarefas repetitivas, liberando propriedade intelectual e tempo para se portarem de maneira consultiva para seus clientes. Incrível, né?

A tecnologia vai substituir o contador?

De cara, a resposta é: não. Pense, por mais que carros autônomos estejam super avançados tecnologicamente, quantos acidentes envolvendo carros sem motoristas você leu sobre nos últimos anos? Elon Musk que não leia esse post, certo?

Na contabilidade a mesma ideia se aplica. Por mais que a tecnologia possa automatizar o “trajeto” contábil e fiscal dos seus clientes, isso não é o suficiente para garantir que eles estejam de acordo com os parâmetros reguladores. Bem como a tecnologia por si só não tem a capacidade de ler de maneira consultiva os dados contábeis e fiscais que o negócio do seu cliente está gerando.

Portanto, a resposta é definitivamente um “não”.

Somente você, contador, poderá enxergar os dados, processá-los de forma humana, prever cenários, analisar possibilidades de expansão dos negócios de seus clientes e ainda ser consultivo, essa é a palavra. Ser contador não é somente faturar NFs ou declarar Imposto de Renda para seus clientes. Ser contador pode ser muito mais que isso. Ser contador é utilizar a tecnologia a seu favor para alcançar todo seu potencial.

Pensamento estratégico em um escritório de contabilidade

Automatizar tarefas, processos e a comunicação interna e externa libera uma quantia considerável de tempo que pode ser utilizado para pensar em como melhorar os seus serviços de contabilidade e, consequentemente, facilitar a vida de seus clientes. Também é uma ótima oportunidade para fazer seu escritório crescer ou, até mesmo, para empreender em um plano de marketing.

Pensando justamente na concorrência que você está enfrentando no mercado de contabilidade, separar tempo para pensar no seu negócio é uma prática irrefutável para expandir suas operações, atrair e fidelizar mais clientes e, principalmente, se destacar neste acirrado mercado. Mostrar o valor dos seus serviços é mais importante do que oferecê-los a preços mais baixos.

Com a tecnologia e a inovação como fiéis aliadas dos seus serviços de contabilidade, com o software certo, por exemplo, é possível integrar sua comunicação com a de seus clientes diminuindo ruídos. Além disso, o operacional - como solicitação de documentos fiscais, organização e digitalização de lançamentos no sistema - também pode ser automatizado, liberando tempo para que você, contador, se aprofunde em serviços estratégicos e rentáveis, aumentando a percepção de valor que seu cliente tem em relação a seu escritório.

A tecnologia também tem o poder de mitigar erros humanos, diminuir o retrabalho e atrasos que, muitas vezes, são resultados de desalinhamento entre contador/empreendedor, o que pode custar a otimização do seu tempo, a redução de custos para seu escritório, além de não dar espaço para você incrementar seus lucros.

Com menos erros, maior produtividade da sua equipe e mais precisão e estratégia nos serviços que você presta, uma relação e interação mais estreita e baseada na confiança que seu cliente tem no seu escritório de contabilidade é um resultado esperado, aumentando o valor agregado dos seus serviços.

Automação não substitui comunicação

Com o mindset da contabilidade tradicional é muito comum vermos contadores preocupados com o fato de que a tecnologia pode afetar, ou mesmo substituir, toda comunicação com seus clientes.

No entanto, uma pesquisa realizada pela empresa de contabilidade em nuvem Xero aponta justamente o contrário: 72% dos proprietários de pequenas empresas, apesar dos avanços e da inserção cada vez maior da tecnologia no mercado contábil, continuará confiando nos conselhos humanos de seus contadores. O estudo foi realizado entre 14 e 17 de maio de 2018 e entrevistou 512 proprietários de pequenas empresas.

Do que foi concluído pela Xero, é importante ressaltar:

Viu?? Tá aí: mais motivos para você deixar o trabalho operacional do seu escritório de contabilidade para um software de automação e se dedicar a entender a fundo o negócio dos seus clientes, fornecendo conselhos e estratégias relevantes para seu crescimento e sucesso.

Por que a tecnologia não acaba com o relacionamento com seus clientes

Por mais automatizados que seus processos sejam por meio da tecnologia, há algumas coisas que seu computador não pode fazer e seus clientes adoram. A tecnologia não irá substituir, tampouco acabar com o relacionamento com seus clientes por um grande motivo: o fator humano.

O contato olho no olho em reuniões presenciais é uma excelente oportunidade para você passar a confiança e a credibilidade para seu cliente de que, sim, a gestão contábil e fiscal da empresa dele está em boas mãos.

Além disso, tais reuniões podem ser cruciais para exercitar sua escuta: escutar ativamente o que seus clientes estão dizendo, muitas vezes, pode te dizer tanto sobre seus negócios quanto os números contábeis e fiscais que seu software está coletando.

Quando se trata de atingir metas, receber conselhos e estudar novos cenários de expansão, seus clientes precisam do seu toque humano para sentir a confiança de que tem alguém ouvindo, tomando notas e debatendo possibilidades. Para eles, você, contador, também pode ser um conselheiro contábil, fornecendo muito mais do que serviços operacionais por detrás dos números e criando estratégias para que seus negócios se consolidem e expandam.

O contador como conselheiro: contabilidade estratégica e consultiva

A mudança de mindset da contabilidade tradicional para a contabilidade consultiva não é uma tarefa simples. Nós entendemos que esse modelo de negócio se consolidou anos atrás e que adquirir novos hábitos, processos e estratégias possa ser um tanto incômodo. No começo. Somente no começo.

Assumir o papel de conselheiro tem como pré-requisito conhecer o negócio do seu cliente, sob o viés contábil e fiscal, tanto quanto ele. E, utilizando ou não um software de gestão financeira, a gente já sabe que você conhece. Muitas vezes, tão bem quanto ele. Falando sério: é você quem sabe o enquadramento correto, calcula as guias de impostos, processa folhas de pagamento, emite Notas Fiscais, entrega dos SPEDS e GIAS.

Portanto, voltar às origens da contabilidade e fornecer a seus clientes métodos práticos e estratégias que visam o crescimento de suas empresas é nada mais nada menos do que falar o que os números querem dizer. E você, contador, já sabe o que os números representam. Ser consultivo não é, então, o bicho de sete cabeças que você imaginou, né?

Dessa forma, seus serviços como contador podem ter um impacto ainda maior do que a gestão contábil e fiscal que seu escritório de contabilidade oferece. Você pode elevar o valor agregado destes serviços e se comportar como um conselheiro de gestão empresarial, o que, no final do dia, é exatamente o objetivo da contabilidade consultiva.

Uma vez que você fornece as estratégias para expansão do negócio de seus clientes, você se torna uma figura que se assemelha a um conselheiro real. Seu cliente é quem toma as decisões, mas ele sempre consultará o seu conselheiro - você, contador - antes de tomar qualquer medida que possa impactar a saúde financeira do reino - a empresa.

Omie.Club Infinity: uma oportunidade para contadores que querem evoluir em seus negócios

Para fomentar a transformação da contabilidade tradicional para a contabilidade que é um bom negócio, a contabilidade consultiva, Omie criou um programa exclusivo de parcerias para contadores, visando ajudá-los a alcançar todo potencial dos seus escritórios de contabilidade.

Omie.Club Infinity é um espaço para que contadores parceiros Omie possam se capacitar ainda mais com nossos treinamentos de alto impacto e mentorias personalizadas que ajudam a aumentar a produtividade da sua equipe e a qualidade dos serviços de seu escritório, elevando o seu negócio para o próximo nível com resultados positivos reais na receita.

Além disso, com nosso programa de vantagens para contadores parceiros, oferecemos viagens nacionais e internacionais para você relaxar. Como parceiro Omie, você pode indicar clientes para utilizarem o software junto com você no modelo de contabilidade colaborativa. Cada vez que um de seus clientes usa Omie, você acumula pontos. Sua pontuação pode te dar a viagem que você estava precisando para descansar. Viu, relaxa, não tem problema tirar férias de vez em quando, tá?!

Seja um contador parceiro

Omie Academy: transformando a contabilidade em um bom negócio

Para finalizar, queremos te apresentar também o Omie Academy: um espaço com cursos voltados para contadores e empreendedores. Tudo para te ajudar a se capacitar e evoluir na carreira. Omie Academy une o melhor do ensino à distância ao melhor do ensino presencial, com conteúdos desenvolvidos por especialistas de mercado. Com um formato didático e de fácil acesso, nós disponibilizamos todo o material de apoio em e-books, infográficos, videoaulas, podcasts e conteúdos extras.

Nossos cursos também contam com bootcamps e encontros presenciais para você aplicar a teoria na prática e imergir ainda mais nos nossos conteúdos educativos junto com professores especializados.

Conquiste seu futuro com Omie Academy

Quer transformar a contabilidade do seu escritório em uma contabilidade que é um bom negócio? Continue acompanhando nossos conteúdos educativos para se manter atualizado às muitas mudanças pelas quais o mercado de contabilidade passa a cada dia. Até a próxima!

A Omie está mudando o jeito como você e seu cliente fazem o fechamento contábil mensal.

Conheça mais