• Levantamento do IODE-PMEs mostrou que segmentos com maior avanço foram ‘varejo de plantas e flores naturais’(+216,5%), ‘varejo de livros’ (+147,9%) e ‘artigos de relojoaria’ (+95,1%)
  • Comércio tem sido um dos setores de destaque no mercado de pequenas e médias empresas brasileiras no primeiro semestre de 2022
  • A redução dos impactos da covid-19 na circulação de pessoas favorece o Comércio neste ano
  • Fatores como a liberação de saques do FGTS, antecipação do pagamento do décimo terceiro a aposentados e a facilitação de acesso ao crédito à micro e pequenas empresas são importantes para a sustentação da atividade do setor nos últimos meses

São Paulo, junho de 2022 - O Índice Omie de Desempenho Econômico das PMEs (IODE-PMEs) indica possível impacto positivo do Dia dos Namorados na evolução das vendas do comércio na primeira metade de junho. Os dados mostram que, na primeira quinzena de junho de 2022, a média diária da movimentação financeira real no comércio varejista mostrou crescimento de 7,2% ante o mês anterior.

Para elaborar a análise, foram comparadas a movimentação financeira média diária dos últimos meses de 65 segmentos do varejo. Para junho, foi considerada a média diária da primeira quinzena do mês, em que há maior concentração de vendas relacionadas à data comemorativa.

O IODE-PMEs funciona como um termômetro econômico das empresas com faturamento de até R$ 50 milhões anuais, consistindo no monitoramento de 637 atividades econômicas que compõem cinco grandes setores: Agropecuário, Comércio, Indústria, Infraestrutura e Serviços.

Evolução da média diária mensal da movimentação financeira real no comércio varejista

(Número índice – base: média 1T2022=100)

Fonte: IODE-PMEs (Omie). *Média diária de jun/22 considera a movimentação financeira da primeira quinzena do mês

Felipe Beraldi, Especialista de Indicadores e Estudos Econômicos da Omie, explica que quando avaliados os segmentos que puxaram esse movimento no período recente, encontram-se evidências ainda mais robustas da influência da data comemorativa no resultado. “Dentre os 30 segmentos com melhor performance no período – isto é, com evolução mais significativa da movimentação financeira média diária na passagem de maio/22 para junho/22 -, historicamente, ao menos 16 são consideravelmente afetados por campanhas publicitárias e promoções relacionadas ao Dia dos Namorados”, comenta Beraldi.

É o caso, por exemplo, do ‘varejo de plantas e flores naturais’, que mostrou o salto mais robusto da média diária no período recente (+216,5% primeira quinzena de junho/22 x maio/22), além do ‘varejo de livros’ (+147,9%) e de ‘artigos de relojoaria’ (+95,1%). Outros segmentos de importante relação com a data comemorativa também mostraram avanços no período, como: ‘varejo de calçados’ (+18,6%), ‘artigos de joalheria’ (+13%) e ‘varejo de doces, balas, bombons e semelhantes’ (+12,5%).

O gráfico abaixo ilustra os 16 segmentos de destaque do varejo no período recente, em que os negócios possuem uma probabilidade elevada de serem afetados pela ocorrência do Dia dos Namorados.

Expansão da movimentação financeira real no comércio varejista por segmentos de destaque

(média diária da primeira quinzena de junho/22 x média diária de maio/22)

Fonte: IODE-PMEs (Omie)

“O avanço expressivo da atividade no varejo chama a atenção mesmo destacados os efeitos sazonais da celebração do Dia dos Namorados, visto que o país enfrenta grandes desafios no campo econômico, com intensa pressão inflacionária em itens básicos e forte aumento das taxas de juros. Tais elementos tendem a desfavorecer o consumo, ao restringir o avanço da renda real das famílias e dificultar o acesso ao crédito. Mesmo nesse contexto, em geral o IODE-PMEs evidencia que o Comércio tem sido um dos setores de destaque no mercado de pequenas e médias empresas brasileiras no primeiro semestre de 2022”, avalia o especialista.

Beraldi complementa que, além das medidas do governo que visam aliviar a pressão da alta inflação e dos juros no orçamento familiar no curto prazo (como a liberação de saques do FGTS, a antecipação do pagamento do décimo terceiro a aposentados e a facilitação de acesso ao crédito à micro e pequenas empresas), fatores comportamentais também estão por trás da recuperação da economia no período recente, reflexo do maior controle da pandemia e da consequente retomada da circulação de pessoas.

Sobre o Índice Omie de Desempenho Econômico das PMEs (IODE-PMEs)

Compreendendo a relevância das PMEs no desempenho econômico do nosso país, a Omie desenvolveu o Índice Omie de Desempenho Econômico das PMEs (IODE-PMEs), que acompanha as atividades econômicas das pequenas e médias empresas brasileiras. A pesquisa da scale-up Omie é um tipo de apuração inédita entre as empresas do segmento, atuando como um termômetro econômico das empresas com faturamento de até R$ 50 milhões anuais, além de oferecer uma análise segmentada setorialmente do mercado de PMEs no Brasil. Para elaborar os índices, a Omie analisa dados agregados e anonimizados de movimentações financeiras de contas a receber de mais de 100 mil clientes, cobrindo 637 CNAEs (de 1.332 subclasses existentes) – considerando filtros de representatividade estatística. Os dados são deflacionados com base nas aberturas do IGP-M (FGV), tendo como base o índice vigente no último mês de análise, com o objetivo de expurgar o efeito meramente inflacionário na série temporal, permitindo que se observe a evolução das movimentações financeiras em termos reais.

Sobre a Omie

Fundada em 2013 por Marcelo Lombardo e Rafael Olmos, a Omie tem o propósito de levar prosperidade para qualquer negócio, oferecendo um sistema de gestão inovador, completo e ilimitado. Em oito anos, a scale-up tornou-se líder do segmento, com mais de 21 mil escritórios contábeis parceiros e mais de 100 mil clientes em todo país. No último ano, dobrou sua equipe e atingiu a marca de mais de 1700 colaboradores, entre matriz, unidades próprias e franqueadas. A empresa é ancorada em três pilares: Gestão por meio do software, Educação - com a Omie.Academy, pilar educacional da empresa que leva capacitação profissional continuada aos empreendedores de forma gratuita - e Finanças - com acesso à serviços financeiros com conta digital nativa do sistema e cobranças via boleto e PIX, com custos bem mais baixos, além de linhas de crédito e soluções para apoio à gestão de pequenas e médias empresas, como o Itaú Meu Negócio gestão by Omie, produto em parceria com o banco Itaú e que faz a integração dos sistemas de gestão e financeiro. Além disso, sua atuação regional com a Rede de Franquias, com 127 unidades, a torna a única empresa do segmento a figurar entre as 100 empresas que mais crescem no País, segundo o ranking da Deloitte, estreando no terceiro lugar.

Para conhecer mais sobre as novidades da Omie, não deixe de conferir nossos canais:
Instagram: https://bit.ly/3lO2p16
Linkedin de franquias: https://bit.ly/3PXW01k
Facebook: https://bit.ly/3LU8Qud

  • Informações para a imprensa | NovaPR
  • Bruna Pereira - bruna.pereira@novapr.com.br
  • Bruno Galo - bruno.galo@novapr.com.br
  • Danielle Schiavo - danielle.schiavo@novapr.com.br