O que é o SAT e NFC-e
SAT (ou SAT-CF-e) e NFC-e são a nova geração de cupom fiscal eletrônico para varejo.
Você se lembra que tempos atrás a nota fiscal saiu do “papel com carbono” e se tornou uma transação on-line com o governo, através da implantação da NF-e? O mesmo está acontecendo agora com o velho Cupom Fiscal do varejo.
Qual a diferença entre SAT e NFC ?
Apesar de ambos terem a mesma função - emitir cupom fiscal eletrônico – o SAT e a NFC são coisas bem diferentes. Enquanto na NFC o controle está principalmente no sistema de automação comercial, que se comunica com a SEFAZ e emite o cupom usando um certificado digital A1 (muito semelhante à Nota Fiscal Eletrônica), no caso do SAT existe a obrigatoriedade de compra de um hardware, e esse sim faz a comunicação com a SEFAZ. Mas felizmente o equipamento SAT será necessário apenas no estado de São Paulo.
Em ambos os casos o cupom impresso possui um código de barras bidimensional (chamado QR-Code) e existem aplicativos para Smartphone que fazem a leitura e mostram ao consumidor a validade legal do cupom emitido. Veja abaixo um exemplo de NFC-e:
Quando e onde o SAT ou NFC se tornam obrigatórios ?
O SAT será obrigatório apenas no Estado de São Paulo em substituição ao Cupom Fiscal a partir de 01/07/2015. Ele também substitui a Nota Fiscal Paulista.
Nos estados em Azul no mapa teremos a NFC-e, já sendo obrigatório no MT e AM. Nos demais, você deve consultar seu contador pois existem calendários bastante complexos de obrigatoriedade, dependendo de enquadramento fiscal, ramo de atividade, fases de implantação e outras barbaridades.
Ilustração: cupomdovarejo.com
No Estado do Ceará teremos o MFe, umas espécie de SAT mais avançado com chip de celular e GPS. Essa tecnologia ainda está em desenvolvimento e não há prazo definido ainda.
Nos estados de SC, ES, MS ou MA, vamos continuar com a velha impressora fiscal, só que com um modelo atualizado onde ela mesma fará a comunicação com a SEFAZ de seus respectivos estados.
Como é e quanto custa o equipamento SAT ?
O SAT-CF-e ou S@t é um hardware pequeno, produzido por vários fabricantes diferentes e custa em torno de R$ 1.400,00. Mas a vantagem é que você pode usar uma impressora comum, não fiscal, que normalmente é bem mais barata do que as impressoras fiscais.
Afinal, essa nova tecnologia é melhor para o lojista ?
Sim!
Com a NFC-e, o estabelecimento varejista não necessitará mais utilizar um equipamento emissor de cupom fiscal – ECF, como a conhecida impressora fiscal, para documentar a venda e terá significativa redução de custos operacionais, pela eliminação de diversas obrigações acessórias como redução Z, leitura X, mapa resumo de caixas, credenciamento e lacração de ECF, entre outras. Além do cupom fiscal emitido por ECF, a NFC-e substitui também a nota fiscal manual de venda ao consumidor.
Status:
Disponível. Click aqui para mais informações.
Emita NFC-e com o Omie PDV agora!

Experimente agora!

Grátis por 7 dias  ➜

Você é contador ? Seja nosso parceiro.

Experimente sem compromisso. Não pedimos informações de cobrança. 

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Reveja os dados antes de enviar